sexta-feira, 10 de junho de 2011

O conselho de Gamaliel para os Doutores da Lei

                                                                    ABRAÂO



Abraão é citado no livro de Gênesis como a nona geração de Sem, o qual foi um dos filhos do patriarca Noé que tinha sobrevivido às águas do dilúvio.

Segundo a Bíblia, a mais provável procedência de Abraão seria a cidade de Ur dos caldeus, situada no sul da Mesopotâmia, onde seus irmãos também teriam nascido. O final do capítulo 11 do primeiro livro da Torah, ao descrever a genealogia do patriarca hebreu, assim informa, mencionando o nome anterior de Abraão:

Fonte

http://pt.wikipedia.org/wiki/Abra%C3%A3o#Registros_da_hist.C3.B3ria_de_Abra.C3.A3o

___________________________________________

                                                                   MOISÉS

Há duas partes distintas na lei mosaica.

Uma delas é a lei de Deus, promulgada no monte Sinai e, a

outra, é a lei civil ou disciplinar estabelecida pelo próprio Moisés.

A primeira delas é invariável.

A segunda, porém, era tão-somente apropriada para reger os

costumes e as características do povo hebreu, sendo, portanto,

modificada com o tempo.

A lei de Deus está contida nos dez mandamentos seguintes:

I. Eu sou o Senhor, vosso Deus, que vos retirei do Egito, da casa

da servidão. Não tereis outros deuses diante de mim. Não fareis

imagem esculpida, nem figura alguma do que está em cima do céu,

nem embaixo da terra, nem do que se encontra sob a terra. Não os

adorareis e nem lhes prestareis culto soberano.

II. Não tomareis em vão o nome do Senhor, vosso Deus.

III. Lembrai-vos de santificar o dia do sábado.

IV. Honrai o vosso pai e a vossa mãe, a fim de viverdes longo

tempo na terra que o Senhor vos dará.


V. Não mateis.

VI. Não cometais adultério.

VII. Não roubeis.

VIII. Não presteis testemunho falso contra o vosso próximo.

IX. Não desejeis a mulher do vosso próximo.

X. Não cobiceis a casa do vosso próximo, nem o seu asno, nem

alguma outra coisa que lhe pertença.

Esta Lei é de todos os tempos e de todos os países.

Por ser a mesma para todos, tem um caráter divino.

Todas as demais são leis estabelecidas por Moisés, que se via

obrigado a manter, pelo temor, um povo naturalmente turbulento

e indisciplinado. Esse povo, que ele retirara do Egito, adquirira,

durante o período de servidão, maus costumes que se enraizaram

na sua alma. E ele tinha de combater esses abusos e preconceitos.

Para dar autoridade às suas leis, Moisés lhes atribuía uma

origem divina, assim como faziam os demais legisladores de povos

primitivos.

Lá, a autoridade de um homem deveria apoiar-se na de Deus.

Contudo, somente a idéia de um Deus terrível podia

impressionar homens ignorantes, nos quais o senso moral e

sentimento de uma reta justiça se encontravam pouco desenvolvidos.

Está suficientemente evidente que aquele que transmitira,

entre seus mandamentos: “Não mateis; não causareis dano a vosso

próximo”, não poderia contradizer-se fazendo da exterminação um

dever.

As leis mosaicas, propriamente ditas, tinham características

essencialmente transitórias.


_________________________________________________

                                                                     CRISTO

Jesus não veio destruir a lei.

Ele veio cumprir a lei de Deus, desenvolvendo-a, dando-lhe

o seu verdadeiro sentido e a apropriando ao degrau evolutivo

alcançado, então, pelos homens.

Por isso é que, na base de sua doutrina, Ele estabelece o

princípio dos deveres para com Deus e para com o próximo.

Quanto às leis civis de Moisés, propriamente ditas, Ele as

modifica profundamente, quer quanto ao fundo, quer quanto à

forma. Combate, também constantemente, todos os abusos das

práticas exteriores e das falsas interpretações.

Jesus não poderia submetê-las a uma reforma mais radical,

do que as reduzindo as estas palavras: “Amar a Deus acima de todas

as coisas e o próximo como a si mesmo” e lhes acrescentando: nisto

estão toda a lei e os profetas.

Quando Jesus disse: “Até que o céu e a terra passem, nem um

jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo esteja cumprido”,

Ele estava a dizer que era necessário que a lei de Deus tivesse

cumprimento integral. Deveria ser praticada na Terra em toda a sua

pureza, com toda a extensão que se lhe possa dar e com todas as suas

conseqüências.

De que serviria estabelecer aquela lei, se ela viesse a constituirse

o privilégio de alguns poucos homens ou mesmo de um simples

povo?

Todos os homens são filhos de Deus e são, por isso, sem

nenhuma distinção entre eles, objeto da mesma atenção, da mesma

solicitude da parte do Pai Celestial.

4. O papel de Jesus não foi simplesmente o de um legislador

moralista, cuja autoridade repousasse exclusivamente em sua própria

palavra. Cabia-lhe cumprir, também, as profecias que lhe anunciavam

a vinda.

A sua autoridade lhe vinha da natureza excepcional de seu

Espírito e de sua missão divina. Ele veio fazer com que os homens

aprendessem que a verdadeira vida não está sobre a Terra, mas ela se

encontra no reino dos céus. Veio ensinar-lhes o verdadeiro caminho

que conduz a esse reino; os meios de reconciliar-se com Deus e

ensiná-los a pressentir no desenvolvimento das coisas futuras o

cumprimento dos destinos humanos.

Jesus, porém, não pôde dizer tudo em seu tempo.

Sobre muitos pontos de sua doutrina. Ele pôde lançar apenas

alguns germes de verdade que, segundo Ele próprio declarou, só

poderiam ser compreendidos no futuro.

Falou de tudo, mas em termos mais ou menos claros.

Para alcançar-lhe o sentido de algumas palavras, fazia-se

necessário que novas idéias e novos conhecimentos viessem trazerlhes

a chave indispensável. Estas idéias, porém, não poderiam surgir

antes que o espírito humano houvesse alcançado um certo grau de

maturidade.

A ciência deveria contribuir poderosamente para a eclosão e

o desenvolvimento de tais idéias e, em razão disso, deveria dar-se à

Ciência o tempo de progredir.

___________________________________________________

                                                                     O ESPIRITISMO

O Espiritismo é a nova ciência que vem revelar aos homens,

através de provas irrecusáveis, a existência e a natureza do mundo

espiritual e as relações desse mundo espiritual com o mundo

corporal.

O Espiritismo nos mostra o mundo espiritual, não como

uma coisa sobrenatural, mas, ao contrário, como uma das forças

vivas e incessantemente atuantes da natureza. Fenômenos

incompreendidos e, por decorrência, rejeitados e relegados ao

domínio do fantástico e do maravilhoso, passam a ter nele uma

fonte de esclarecimentos.

São essas relações entre os dois mundos, a que o Cristo faz

alusão em muitas circunstâncias, que fazem com que muitas das

coisas que Ele disse permaneçam pouco compreensíveis ou sejam

falsamente interpretadas.

O Espiritismo é a chave para explicar tudo de modo fácil.

6. A Lei do Velho Testamento está personificada em Moisés.

A do Novo Testamento está personificada em Jesus Cristo. O

Espiritismo, porém, como a terceira revelação da lei de Deus, não

está personificado em nenhum indivíduo.

O Espiritismo é fruto dos ensinamentos dados, não por um

homem, mas pelos Espíritos. Estes é que são As Vozes do Céu,

manifestadas em todos os pontos da Terra, com a colaboração de

uma multidão inumerável de médiuns.

O Espiritismo é, de certo modo, um ser coletivo, formado

de seres do mundo espiritual. Estes vieram trazer aos homens a

contribuição de suas luzes, para fazê-los conhecer este mundo e o

destino que lhes está reservado.

7. O mesmo que Cristo disse: “Não cuideis que vim destruir

a lei ou os profetas; não os vim destruir, mas cumpri-los”, dirá

igualmente o Espiritismo: “Não cuideis que vim destruir a lei cristã,

mas cumpri-la”.

Coisa alguma o Espiritismo ensina contrário ao que ensinou

o Cristo. Contudo, o Espiritismo desenvolve, completa e explica,

em termos que sejam claros para todo mundo, o que foi dito sob

forma alegórica. Vem, portanto, cumprir, no tempo previsto, o

que Cristo anunciou, e preparar o cumprimento das coisas futuras.

O Espiritismo é, por conseqüência, obra do Cristo.

É, pois, o próprio Cristo a presidir, consoante o que Ele

próprio anunciou, à regeneração que se opera, preparando a instalação

do reino de Deus sobre a Terra.

______________________________________________________

                                                       ALIANÇA DA CIÊNCIA E DA RELIGIÃO

Ciência e Religião são as duas alavancas da inteligência

humana. Enquanto a primeira revela as leis do mundo material, a

segunda revela as leis do mundo moral.

Essas leis, porém, vindo de um mesmo princípio, que é Deus,

não podem contradizer-se entre si. Se elas forem a negação uma da

outra, uma estará necessariamente em erro e a outra com a razão,

visto que Deus não pode pretender destruir a sua própria obra.

A incompatibilidade que se julgou existir entre essas duas

ordens de idéia resulta de um defeito de observação e do excesso de

exclusivismo de cada uma das partes. Nasce, portanto, dessa falha

humana o conflito que deu origem à incredulidade e à intolerância.

São chegados os tempos em que os ensinamentos do Cristo

devem receber a sua complementação. O véu, lançado intencionalmente

sobre parte dos ensinamentos, deve ser levantado. A própria Ciência,

deixando de ser exclusivamente materialista, deve completar-se com

o elemento espiritual. A Religião, por outro lado, deixando de

rejeitar as leis orgânicas e imutáveis da matéria, aceitando as duas

forças da natureza, onde uma apóia a outra, estabelecerá o concerto

com a Ciência, e ambas se apoiarão mutuamente.

A Religião, não mais negada pela Ciência, adquirirá uma força

indestrutível, por colocar-se de acordo com a razão, não mais se

opondo à lógica irresistível dos fatos.

Ciência e Religião não puderam, até hoje, entender-se.

Cada uma examinando as coisas de seu ponto de vista

exclusivo, mutuamente se repeliam. Faltava qualquer coisa para

preencher o vazio que as separava. Faltava-lhes um traço de união

que as aproximasse. Esse traço de união está no conhecimento das

leis que regem o mundo espiritual e suas relações com o mundo

corporal, leis estas tão imutáveis quanto aquelas que regulam o

movimento dos astros e a existência dos seres.

Essas relações entre os dois mundos, uma vez constatadas

pela experiência, são uma luz nova que se fez: a fé dirigiu-se à razão

e a razão coisa alguma encontrou de ilógico na fé.

O materialismo está vencido.

Há pessoas, porém, que param no tempo.

Como em todas as coisas, alguns tentam resistir a este

posicionamento. Surgem como estranhos diante do movimento

geral, tentando opor-lhe resistência, mas se não o acompanharem

serão esmagados pelos fatos.

Esta é uma revolução moral que se realiza, trabalhada pelos

Espíritos. Foi elaborada durante dezoito séculos e a sua realização

marca uma nova era para a Humanidade.

As conseqüências desta revolução moral são fáceis de prever.

Elas determinarão, nas relações sociais, inevitáveis modificações,

diante das quais ninguém conseguirá opor-se, porque estão nos

desígnios de Deus e nascem da lei do progresso, que é uma lei de

Deus.

Fonte (E.S.E.) Evangelho Segundo o Espiritismo 

____________________________________________________

OBS: conversando com as pessoas conhecidas ou não

geralmente o assunto parte para o lado religioso, eu respondo

que sou espirita ., mas nao o verdadeiroespirita . ou o verdadeiro cristão,  estou em fase de aprendizado

ainda  tenho muitos defeitos , me sinto bem na doutrina

alguns dos defeitos congui supera-los e outros ainda luto para vence-los

estou como diz Paulo de Tarso: no bom combate, mas tambem trago

espinho na carne . entâo dizem para mim : meu amigo voce acredita na biblia ?

digo que sim mas na parte moral do Cristo., pelo que aprendemos no Espiritismo

toda verdade se encontra no critianismo.eles dizem que o espiritismo é obra

de homem ou seja do seu codificador: Allan Kardec .

eu nâo posso dizer que fico P da vida , porem peço para eles lerem esse texto

pois os mesmo dizem que toda verdade se encontra Biblia . eu digo para eles nao se

preocuparem pois se for obra de um homem vai passar mas se não for veja o que

diz Gamaliel

_________________________________________________________

                                                       O CONSELHO DE GAMALIEL

27  E, trazendo-os, os apresentaram ao conselho. E o sumo sacerdote os interrogou,
28  Dizendo: Não vos admoestamos nós expressamente que não ensinásseis nesse nome? E eis que enchestes Jerusalém dessa vossa doutrina, e quereis lançar sobre nós o sangue desse homem. ( Jesus )
29  Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.
30  O Deus de nossos pais ressuscitou a Jesus, ao qual vós matastes, suspendendo-o no madeiro.
31  Deus com a sua destra o elevou a Príncipe e Salvador, para dar a Israel o arrependimento e a remissão dos pecados.
32  E nós somos testemunhas acerca destas palavras, nós e também o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem.
33  E, ouvindo eles isto, se enfureciam, e deliberaram matá-los.
34  Mas, levantando-se no conselho um certo fariseu, chamado Gamaliel, doutor da lei, venerado por todo o povo, mandou que por um pouco levassem para fora os apóstolos;
35  E disse-lhes: Homens israelitas, acautelai-vos a respeito do que haveis de fazer a estes homens,
36  Porque antes destes dias levantou-se Teudas, dizendo ser alguém; a este se ajuntou o número de uns quatrocentos homens; o qual foi morto, e todos os que lhe deram ouvidos foram dispersos e reduzidos a nada.
37  Depois deste levantou-se Judas, o galileu, nos dias do alistamento, e levou muito povo após si; mas também este pereceu, e todos os que lhe deram ouvidos foram dispersos.
38  E agora digo-vos: Dai de mão a estes homens, e deixai-os, porque, se este conselho ou esta obra é de homens, se desfará,
39  Mas, se é de Deus, não podereis desfazê-la; para que não aconteça serdes também achados combatendo contra Deus.
____________________________________________________
Se o Espiritismo como dizem for obra de homem ( Allan Kardec ) ele apenas foi sei codificador
e se for assim com o tempo tambem se desfará fiquem tranquilo ,mas se nao for , cuidado !!!
___________________________________________________________________________
video













domingo, 22 de maio de 2011

Reencarnaçao Marlene Nobre e Hernani Guimarães Andrade

                             Reencarnaçao  Marlene  Nobre  e   Hernani Guimarães  Andrade

video

Reencarnação através da História Hernani Guimarães Andrade

                       video

REENCARNAÇÃO - VOCÊ ACREDITA? ENTÃO VEJA

                                   REENCARNAÇÃO - VOCÊ ACREDITA? ENTÃO VEJA
video

Quando Ocorre a Ligação do Espirito na Materia

                                          Quando ocorre a Ligação do Espirito na Materia (veja tambem aqui mesmo  reencarnação de segismundo )
video

reencarnação de segismundo

                                                                Leiam   todo no livro Missionários da luz cap 13

Raquel acordara, experimentando no coração estranha ventura.

Abraçou-se, instintivamente, ao companheiro adormecido, como o navegante
feliz, ao sentir-se em porto de tranqüilidade e segurança. Havia atravessado o
espesso véu de vibrações que separa o plano espiritual da esfera física e não
conservava qualquer reminiscência precisa da sublime felicidade de momentos
antes; todavia, seu sentimento de júbilo permanecia dilatado, suas esperanças
transbordavam e uma confiança imensa no porvir acalentava-lhe, agora, o
coração. Seria mãe pela segunda vez? - pensava, contente. Essa idéia, que lhe
não despontava no cérebro por acaso, balsamizava-lhe a alma com deliciosa
alegria. Estava pronta para o serviço divino da maternidade, confiaria no
Senhor como escrava de sua bondade infinita,
Não via a esposa de Adelino que Alexandre e os Construtores
Espirituais lhe rodeavam a mente de sublime luz, banhando-Lhe as idéias com
a água viva do amor espiritual.
Observando que a forma de Segismundo se 1igara a ela, por divino
processo de união magnética, recebi a determinação do meu orientador para
seguir-lhe, de perto, o trabalho de auxilio na ligação definitiva de Segismundo à
matéria.
Indicando os órgãos geradores de Raquel e fazendo incidir sobre eles a
sua luz, Alexandre preveniu-me, quanto à grandeza do quadro sob nossa
observação, acentuando, respeitosamente:
- Temos aqui o altar sublime da maternidade humana. Perante o seu
augusto tabernáculo, ao qual devemos a claridade divina de nossas
experiências, devemos cooperar, na tarefa do amor, guardando a consciência
voltada para a Majestade Suprema.
Inclinei-me para a organização feminina de nossa irmã reencarnada,
dentro de uma veneração que nunca, até então, havia sentido.
Auxiliado pelo concurso magnético do mentor querençoso, passei a
observar as minúcias do fenômeno da fecundação.
Através dos condutos naturais, corriam os elementos sexuais
masculinos, em busca do óvulo, como se estivessem preparados de antemão
para uma prova eliminatória, em corrida de três milímetros, aproximadamente,
por minuto. Surpreendido, reconheci que o número deles se contava por
milhões e que seguiam, em massa, para frente, em impulso instintivo, na
sagrada competição.
No silêncio sublime daqueles minutos, compreendi que Alexandre, em
vista de ser o missionário mais elevado do grupo em operação de auxilio,
dirigia os serviços graves da ligação primordial. Segundo depreendi, ele podia
ver as disposições cromossômicas de todos os princípios masculinos em
movimento, depois de haver observado, atentamente, o futuro óvulo materno,
presidindo ao trabalho prévio de determinação do sexo do corpo a organizarse.
Após acompanhar, profundamente absorto no serviço, a marcha dos
minúsculos competidores que constituíam a substância fecundante, identificou
o mais apto, fixando nele o seu potencial magnético, dando-me a idéia de que
o ajudava a desembaraçar-se dos companheiros para que fosse o primeiro a
penetrar a peque nina bolsa maternal. O elemento focalizado por ele ganhou
nova energia sobre os demais e avançou rapidamente na direção do alvo. A
célula feminina que, em face do microscópico projétil espermático, se
assemelhava a um pequeno mundo arredondado de açúcar, amido e proteínas,
aguardando o raio vitalizante, sofreu a dilaceração da cutícula, à maneira de
pequenina embarcação torpedeada, e enrijeceu-se, de modo singular, cerrando
os poros tenuíssimos, como se estivesse disposta a recolher-se às
profundezas de si mesma, a fim de receber, face a face, o esperado visitante, e
impedindo a intromissão de qualquer outro dos competidores, que haviam
perdido a primeira posição na grande prova. Sempre sob o influxo luminosomagnético
de Alexandre, o elemento vitorioso prosseguiu a marcha, depois de
atravessar a periferia do óvulo, gastando pouco mais de quatro minutos para
alcançar o seu núcleo. Ambas as forças, masculina e feminina, formavam
agora uma só, convertendo-se ao meu olhar em tenuíssimo foco de luz. O meu
orientador, absolutamente entregue ao seu trabalho, tocou a pequenina forma
com a destra, mantendo-se no serviço de divisão da cromatina, cujas
particularidades são ainda inacessíveis à minha compreensão, conservando a
atitude do cirurgião seguro de si, na técnica operatória. Em seguida Alexandre
ajustou a forma reduzida de Segismundo, que se interpenetrava com o
organismo perispirítico de Raquel, sobre aquele microscópico globo de luz,
impregnado de vida, e observei que essa vida latente começou a movimentarse.
Havia decorrido precisamente um quarto de hora, a contar do instante em
que o elemento ativo ganhara o núcleo do óvulo passivo.
Depois de prolongada aplicação magnética, que era secundada pelo
esforço dos Espíritos Construtores, Alexandre aproximou-se de mim e falou:
- Está terminada a operação inicial de ligação. Que Deus nos proteja.
Sentindo a admiração com que eu seguia, agora, o processo da divisão
celular, em que se formava rapidamente a vesícula de germinação, o
orientador acentuou:
- O organismo maternal fornecerá todo o alimento para a organização
básica do aparelho físico, enquanto a forma reduzida de Segismundo, como
vigoroso modelo, atuará como imã entre limalhas de ferro, dando forma
consistente à sua futura manifestação no cenário da Crosta.
Estava boquiaberto, diante do que me fora dado observar. E, sentindo
que o fenômeno da redução perispiritual de Segismundo era um fato espantoso
aos meus olhos, acrescentou bondosamente o instrutor:
- Não se esqueça, André, de que a reencarnação significa recomeço nos
processos de evolução ou de retificação. Lembre-se de que os organismos
mais perfeitos da nossa Casa Planetária procedem inicialmente da ameba.
Ora, recomeço significa «recapitulação» ou «volta ao princípio». Por isso
mesmo, em seu desenvolvimento embrionário, o futuro corpo de um homem
não pode ser distinto da formação do réptil ou do pássaro. O que opera a
diferenciação da forma é o valor evolutivo, contido no molde perispirítico do ser
que toma os fluidos da carne. Assim, pois, ao regressar à esfera mais densa,
como acontece a Segismundo, é indispensável recapitular todas as
experiências vividas no longo drama de nosso aperfeiçoamento, ainda que seja
por dias e horas breves, repetindo em curso rápido as etapas vencidas ou
lições adquiridas, estacionando na posição em que devemos prosseguir no
aprendizado. Logo depois da forma microscópica da ameba, surgirão no
processo fetal de Segismundo os sinais da era aquática de nossa evolução e,
assim por diante, todos os períodos de transição ou estações de progresso que
a criatura já transpôs na jornada incessante do aperfeiçoamento, dentro da
qual nos encontramos, agora, na condição de humanidade.
A hora ia muita avançada.
Sentindo que Alexandre não se demoraria, acerquei-me, ainda uma vez,
do quadro de formação fetal. O óvulo fecundado animava-se de profunda vida,
evoluindo para a vesícula germinal.
O orientador amigo convidou-me à retirada e falou:
- Meu trabalho está findo. Entretanto, André, considerando as suas
necessidades de valores novos, poderei solicitar aos Construtores a
aquiescência de sua cooperação fraterna nos serviços protetores, sempre que
você conte com oportunidade de vir até aqui.
Rejubilei-me, encantado. Efetivamente, não desejava outra coisa.
Aquele estudo de embriologia, sob novo prisma, era fascinante e maravilhoso.
Enquanto dava expansão à minha alegria íntima, o obsequioso mentor
combinava providências, relativas ao meu concurso e aprendizado
simultâneos, ouvindo os companheiros.
Daí a momentos, quando trocávamos saudações de despedida,
Herculano, com muita simpatia e acolhimento, declarou que permaneceria à
minha espera, sempre que eu pudesse voltar à residência de Adelino, para
colaborar nos trabalhos de proteção.
______________________________________________
download do livro para ler
missionários da luz ( cap 13 reencanação )
http://www.oconsolador.com.br/linkfixo/bibliotecavirtual/principal.html

MESAS GIRANTES

video
                                                                    VEJA IMAGENS

 http://www.google.com.br/search?q=MESAS+GIRANTES&hl=pt- BR&sa=G&prmd=ivns&tbm=isch&tbo=u&source=univ&ei=sbjZTdW-GouztweI7pHpDg&ved=0CBwQsAQ&biw=994&bih=580


IRMÃS FOX (1)

                                                                       IRMÃS FOX
video
VEJA IMAGENS

! DEPRESSÃO TO FORA

                                                           ISSO QUE É TERAPIA



video

domingo, 15 de maio de 2011

A Doutrina Espirita


A Doutrina Espírita, que representa o advento do ESPÍRITO DE VERDADE, do CONSOLADOR tem por objetivo básico subtrair dos ensinamentos evangélicos o véu de penumbra, que há cerca de vinte séculos vem empanando o seu brilho, também tem-se defrontado com opositores sistemáticos, que não admitem que os ensinamentos ministrados pelos Espíritos venham a destronar os velhos conceitos sustentados por homens apegados às tradições e preconceitos, fanáticos; por isso, muitos dos seus porta -vozes têm sofrido críticas e ataques de todos os matizes.
___________________________________________
CAPÍTULO 14


1 NÃO se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.
2 Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.
3 E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.
4 Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho.

5 Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?
6 Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
7 Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.
8 Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.
9 Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
10 Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.
11 Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.
12 Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.
13 E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
14 Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.
15 Se me amais, guardai os meus mandamentos.

16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre;
17 O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.
18 Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.
19 Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis.
20 Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós.
21 Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.
22 Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): SENHOR, de onde vem que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo?
23 Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.
24 Quem não me ama não guarda as minhas palavras; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou.
25 Tenho-vos dito isto, estando convosco.
26 Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.

27 Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.
28 Ouvistes que eu vos disse: Vou, e venho para vós. Se me amásseis, certamente exultaríeis porque eu disse: Vou para o Pai; porque meu Pai é maior do que eu.
29 Eu vo-lo disse agora antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós acrediteis.
30 Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim;
31 Mas é para que o mundo saiba que eu amo o Pai, e que faço como o Pai me mandou. Levantai-vos, vamo-nos daqui.
___________________________________________
Alerta para todas as Religiôes
joão cap 14 v.   34

34 Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.









quarta-feira, 11 de maio de 2011

O conselho de Gamaliel para os Doutores da Lei

                                                                    Abraão

Abraão é citado no livro de Gênesis como a nona geração de Sem, o qual foi um dos filhos do patriarca Noé que tinha sobrevivido às águas do dilúvio.
Segundo a Bíblia, a mais provável procedência de Abraão seria a cidade de Ur dos caldeus, situada no sul da Mesopotâmia, onde seus irmãos também teriam nascido. O final do capítulo 11 do primeiro livro da Torah, ao descrever a genealogia do patriarca hebreu, assim informa, mencionando o nome anterior de Abraão:
Fonte
http://pt.wikipedia.org/wiki/Abra%C3%A3o#Registros_da_hist.C3.B3ria_de_Abra.C3.A3o
___________________________________________

terça-feira, 10 de maio de 2011

Conversa de Companheiro F.C.X.

CONVERSA DE COMPANHEIRO

Eis hoje, caro José,
Meu singelo parecer.
Em carta você me fala
Que só deseja morrer.

E anota com insegurança,
Dizendo espantado a mim:
— “Você me diga, Cornélio,
Se estou certo agindo assim.”

Tal assunto em sua idéia,
Tão lúcida quão travessa
Realmente não entendo
Como lhe vem à cabeça.

Posso afirmar-lhe, de pronto,
Na força de nossa fé : —
- Reajuste o próprio passo,
Não tente a morte, José.

Quem se esquece de viver,
Pensando em fim prematuro,
Acaba sem perceber
Caindo em salto no escuro.

Observe a Natureza:
Toda a vida se processa
Para serviço no tempo
Que não cogita de pressa.

O    sol não registra idade,
A noite prepara o dia,
O    fruto surge na hora,
Relógio não se abrevia.

Não falha a Obra de Deus
Cuja lei é a perfeição,
Todos temos lugar próprio,
Da estrela aos vermes do chão.

Morte, em si, é um velho marco
Na estrada de toda gente,
Aceitá-la é conformar se,
Provocá-la é diferente.

A Terra é um navio grande
Nas águas do Amor Divino,
Quem sai dele contra a ordem,
Noutro barco é clandestino.
E quem se faz clandestino,
No grau em que se subleva,
Encontra rudes lições
No caminho a que se leva.

Vivia pedindo a morte
Nossa amiga Dona Inês,
Acheia-a pior no Além,
Rogando um corpo outra vez.

Desanimou de viver
Nhô Nico da Tanajura,
Morreu mas vive isolado
Nas pedras da sepultura.

Xingando os filhos ingratos
Nhá Quina morreu aos poucos,
Mas vive cuidando agora
Dos netos muito mais loucos.

Por não suportar a nora,
Finou-se Olavo Vilela,
No Além não acha serviço
A não ser velar por ela.

Em não se ajustando ao genro,
Morreu Pio Avanhandava,
Hoje em dia quer ser filho
Do genro que detestava.

Por odiar a família
Morreu Marcelino Gaza,
Hoje, em luta, descobriu
Que está preso à própria casa.

Para fugir do trabalho
Finou-se o Juca Pulchério,
Mas hoje só sente paz
Se fica no cemitério.

Morreu Lino por pirraça
Contra a esposa Ana Sarmento,
Agora corre atrás dela,
Gritando arrependimento.

Conserve o seu próprio corpo,
É a medida que lhe peço;
Ele é seu campo de luta,
Sua enxada de progresso.

Não se descuide da vida
Nem viva no mundo às tontas,
A morte nos muda a casca
Mas não nos resolve as contas.

A morte que traz descanso,
Paz, reconforto, alegria
É aquela que nos procura
E chega sempre no dia.

BEM-AVENTURADOS SOIS VÓS, QUANDO VOS INJURIAREM E VOS PERSEGUIREM E, MENTINDO, DISSEREM TODO MAL CONTRA VÓS POR MINHA CAUSA.

Na Bíblia Católica e na Protestante é a 9ª. Bem-aventurança, Mt 5: 11-12.

"Estas beatitudes reportam-se ao testemunho que todo discípulo deve dar no momento oportuno, quando chamado para tal. A razão da passagem do Messias por este mundo, sob forma humana, obedece à necessidade de testemunhar as doutrinas de seu Messiado. Ele poderia agir no Além somente, como agiu antes de seu nascimento, e continua agindo após o drama do Gólgota, na obra ingente da redenção humana, mas achou indispensável exemplificar ao vivo a sua palavra de vida eterna." (5)

"A doutrina de Jesus veio estabelecer na Terra as bases definitivas em que as relações e as instituições humanas se apoiarão. É, pois, natural que tenha de destruir tudo quanto não se conforme com ela. Acontece, porém, que os interessados em ofuscar a luz acendida por Jesus, são muitos e poderosos e, como não lhes convém seguir a lei divina, perseguem impiedosamente os colaboradores sinceros do Mestre." (1)

"Em todas as épocas da Humanidade, sempre prevaleceram a mentira e os interesses de grupos e de pessoas. Muitos missionários foram perseguidos, caluniados e chamados hereges, outros foram apedrejados ou queimados vivos, tudo por sustentarem as verdades contidas nos Evangelhos." (2)

"ASSIM CUMPRE QUE FAÇA O CRISTÃO. Toda perseguição, todos os pecados, todas as injustiças que, acaso, venha a suportar constituem provas a serem enfrentadas. Da maneira como o discípulo portar-se em tais conjunturas depende SUA EVOLUÇÃO, SUA VITÓRIA MORAL E SUA CONTRIBUIÇÃO PESSOAL no que respeita ao triunfo da Doutrina no seio da humanidade." (5)

"Todos os que padeceram essas injúrias e perseguições serão chamados BEM-AVENTURADOS, pois, tudo sofreram em nome da verdade, objetivando fazer com que ela se manifeste a todos os homens."

Após dizer que bem-aventurado será aquele que sofrer injúrias e perseguições, e que com mentira disserem contra ele muitas coisas malévolas, devido a seguir as idéias cristãs, o Mestre Jesus proclamou:

"EXULTAI E ALEGRAI-VOS, PORQUE É GRANDE VOSSO GALARDÃO NOS CÉUS, POIS ASSIM PERSEGUIRAM OS PROFETAS QUE VIVERAM ANTES DE VÓS" (MT, 5:12)

As Escrituras nos dão conta dos sofrimentos, perseguições e injustiças pelas quais passaram os antigos Profetas. Muitos deles foram até mortos, simplesmente porque apregoavam a verdade ou enfrentaram os poderosos da Terra.

Por isso, decorrido algum tempo, quando pela última vez chegou Jesus Cristo a Jerusalém, com o coração amargurado pela incompreensão dos homens e pelo endurecimento em aceitar as suas palavras de vida eterna, ele contemplou a cidade e, cheio de angústia, exclamou:

"Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas aqueles que te são enviados quantas vezes quis eu reunir os teus fílhos, assim como uma galinha ajunta debaixo de suas asas os pintainhos, e tu não quiseste. Eis que será deixada deserta a vossa casa" (Mt 23:37-38).

Mas, as perseguições e mortes não abrangeram apenas os profetas e os grandes enviados. Mesmo após a crucificação de Jesus, elas continuaram e muitos missionários e apóstolos sofreram rudes perseguições por discordarem dos poderosos da Terra ou por apregoarem o verdadeiro sentido das palavras do Cristo, isso em todos os tempos e em todos os povos.

Com destaque pode-se salientar João Batista, Paulo de Tarso, Estêvão, Tiago Maior, os cristãos, os apóstolos de Jesus e os milhares e milhares de vítimas da chamada Santa Inquisição, os quais sofreram rudes e persistentes perseguições e torturas, por discordarem das mentiras que deturpavam os Evangelhos.

A Doutrina Espírita, que representa o advento do ESPÍRITO DE VERDADE, do CONSOLADOR tem por objetivo básico subtrair dos ensinamentos evangélicos o véu de penumbra, que há cerca de vinte séculos vem empanando o seu brilho, também tem-se defrontado com opositores sistemáticos, que não admitem que os ensinamentos ministrados pelos Espíritos venham a destronar os velhos conceitos sustentados por homens apegados às tradições e preconceitos, fanáticos; por isso, muitos dos seus porta -vozes têm sofrido críticas e ataques de todos os matizes.

RECEBER O GALARDÃO NO CÉU, SIGNIFICA A RECOMPENSA POR MISSÕES OU TAREFAS DESEMPENHADAS NA TERRA. É A GLORIFICAÇÃO DO ESPÍRITO POR TER CUMPRIDO A VONTADE DE DEUS E TER DESEMPENHADO UMA TAREFA DIGNIFICANTE NO PLANO TERRENO.

Receber o galardão no Céu não é uma concessão para viver num estado de inércia e de descanso eterno, pois a felicidade dos Espíritos bem-aventurados não consiste na ociosidade contemplativa, o que seria uma eterna e fastidiosa inutilidade; mas é viver num plano de trabalho, de realizações, envidando esforços no sentido de atingir mas é viver num plano de trabalho, a perfeição espiritual, peculiar aos Espíritos puros.

domingo, 8 de maio de 2011

O emblema do trabalho do criador

                                                                               cepa
“Ocupa-te, cheio de zelo e perseverança, do trabalho que empreendeste com o nosso
concurso, pois esse trabalho é nosso. Nele pusemos as bases de um novo edifício que se
eleva e que um dia há de reunir todos os homens num mesmo sentimento de amor e
caridade. Mas, antes de o divulgares, revê-lo-emos juntos, a fim de lhe verificarmos todas
as minúcias.
FONTE LIVRO DOS ESPIRITOS
___________________________________________________
“Entre os ensinos que te são dados, alguns há que deves guardar para ti somente, até
nova ordem. Quando chegar o momento de os publicares, nós to diremos. Enquanto
esperas, medita sobre eles, a fim de estares pronto quando te dissermos.
“Porás no cabeçalho do livro a cepa que te desenhamos (1), porque é o emblema do
trabalho do Criador. Aí se acham reunidos todos os princípios materiais que melhor podem
representar o corpo e o espírito. O corpo é a cepa; o espírito é o licor; a alma ou espírito
ligado à matéria é o bago. O homem quintessencia o espírito pelo trabalho e tu
 sabes que só mediante o trabalho do corpo o Espírito adquire conhecimentos
fonte livro dos espiritos



sexta-feira, 6 de maio de 2011

Mães Parabéns

Por quantos ventres ja passamos ???
Quantas Mães ja tivemos ??
Quantos carinhos ja recebemos ??
Sera que fomos justos com todas ??
Minhas Mães! agradeço a Deus por todas vocês, alguma coisa eu devo ter aprendido
algumas ainda por aprender ,alguma coisa do meu passado vive ainda no meu presente
os seus conselhos antes dados hoje usamos outra palavra que a doutrina espirita nos 
ensina, ( reforma intima ) tão essencial em nossas vidas.
e agora momento atual:
a Maria de Lurdes Mãe e companheira
a dona Laura que considero minha segunda Mãe
e a todas as Mamães do planeta .
PARABÉNS !!















quarta-feira, 4 de maio de 2011

O HOMEM BOM com : Roberto Carlos

Vai como um vento solto numa campina
Desliza na relva verde
E vai subindo pela colina
Todas as folhas secas
Viram tapete aqui neste chão
Nos pés desse homem bom
Que só tem amor no seu coração
Vê outra madrugada que vem chegando
Fala com os passarinhos
Brinca com as flores vai meditando
Ele é um mensageiro
Da alegria e jamais da dor
Quer a felicidade da humanidade
Seja onde for
Ele é uma pessoa
Que ama e perdoa e não vê a quem
Anda pelos caminhos
Levando a paz ajudando alguém
Por todos os lugares
Cruzando os mares fazendo o bem
Ele é um homem bom
Distribui amor e tudo o que tem
Cheio de amor e fé ele é o nosso irmão
Aquele grande amigo
Que no perigo estende a mão
Tem no olhar a calma
Tem luz na alma e na sua voz
Tem sempre uma palavra
De amor a paz prá dizer prá nós
Sabe tudo o que diz o livro sagrado
E tudo o que ele ensina
Em seu coração ele tem guardado
Quem sabe o nome dele
Se é Pedro ou Paulo ou se é João
Só sei que é um homem bom
Porque tem Jesus no seu coração
Ele é uma pessoa
Que ama e perdoa e não vê a quem
Anda pelos caminhos
Levando a paz ajudando alguém
Por todos os lugares
Cruzando os mares fazendo o bem
Ele é um homem bom
Distribui amor e tudo o que tem
________________________


video

terça-feira, 3 de maio de 2011

Casa do Caminho em Araxá MG belissimo trabalho !! Tadeu é o continuador do trabalho iniciado por seu Pais !

                                                              onde tudo começou




chegando no local








Hotel Virgilius em Araxá MG vá conferir vale a pena !!!

                                                                      Café da manhã






segunda-feira, 25 de abril de 2011

Colegio Allan Kardec Sacramento MG 1907/2007

Este é  link do documentario do Sr. ou Tio Euripedes  para seus familiares
( Euripedes Barsanulfo )
Para quem é monitor  de cursos principalmente o : Curso Preparatório de Espiritismo
Fica como sugestão passar antes da aula que fala sobre sonhos, baixe e instale o gerenciador de downloads : Internet Download Manager ( IDM ) pode ser o free ( gratis ) depois  de instalado
quando você clicar no link ele ja aparece com uma barrinha em cima escrito em azul download, é
só clicar ele baixa o filme. o resto é com vocês  depois ok ???
ou aluga na casa em frequenta, certo ??? pede emprestado , sei lá  !
mas deem um jeito.
Pois na aula fala-se sobre  desdobramento ( Emancipação da Alma ) no dizer de Kardec.
Porem a desdobramento de Euripedes Barsanulfo é bem diferenciado pois trata-se de :
( Bicorporeidade )
  Termo criado por Kardec, que se relaciona ao fenômeno de desdobramento.

                        De certa forma, expressão mais adiantada da expansibilidade.
Isolado do corpo, o Espírito de um vivo pode, como o de um morto, mostrar-se com todas as aparências da realidade.  Demais, pelas mesmas causas que hemos exposto, pode adquirir momentânea tangibilidade.  Este fenômeno, conhecido pelo nome de bicorporeidade, foi que deu lugar às histórias de homens duplos, isto é, de Indivíduos cuja presença simultânea em dois lugares diferentes se chegou a comprovar.
Aqui vão dois exemplos, tirados, não das lendas populares, mas da história eclesiástica:
Santo Afonso Maria de Liguori foi canonizado antes do tempo prescrito, por se haver mostrado simultaneamente em dois sítios diversos, o que passou por milagre
Santo Antônio de Pádua estava pregando na Itália (vide Nota Especial), quando seu pai, em Lisboa, ia ser supliciado, sob a acusação de haver cometido um assassínio. No momento da execução, Santo Antônio aparece e demonstra a inocência do acusado. Comprovou-se que, naquele instante, Santo Antônio pregava na Itália, na cidade de Pádua


NOTA ESPECIAL da Editora (FEB) à 59ª edição, em 1991.


O fato histórico acima, está correto. No entanto, no original francês, foi ele narrado por Kardec sob a versão seguinte: "Santo Antônio de Pádua achava-se na Espanha e, no instante em que predicava, seu pai, que estava em Pádua, era levado ao suplício sob a acusação de homicídio. Nesse momento, Santo Antônio aparece, demonstra a inocência de seu pai e revela o verdadeiro criminoso, mais tarde punido. Comprovou-se que nesse momento Santo Antônio não havia deixado a Espanha."
Kardec louvou-se em compêndio de autor que evidentemente se equivocou, como a outros escritores, relativamente a esse fato, sucedeu à sua época. (O livro Antônio de Pádua - Sua Vida de Milagres e Prodígios, de Almerindo Martins de Castro, 7ª edição, FEB, 1987, esclarece devidamente o fenômeno referido no texto kardequiano.)
Por nós evocado e interrogado, acerca do fato acima, Santo Afonso respondeu do seguinte modo:

lª Poderias explicar-nos esse fenômeno?


"Perfeitamente. Quando o homem, por suas virtudes, chegou a desmaterializar-se completamente; quando conseguiu elevar sua alma para Deus, pode aparecer em dois lugares ao mesmo tempo. Eis como: o Espírito encarnado, ao sentir que lhe vem o sono, pode pedir a Deus lhe seja permitido transportar-se a um lugar qualquer. Seu Espírito, ou sua alma, como quiseres, abandona então o corpo, acompanhado de uma parte do seu perispírito, e deixa a matéria imunda num estado próximo do da morte. Digo próximo do da morte, porque no corpo ficou um laço que liga o perispírito e a alma à matéria, laço este que não pode ser definido. O corpo aparece, então, no lugar desejado. Creio ser isto o que queres saber."

2ª Isso não nos dá a explicação da visibilidade e da tangibilidade do perispírito.
"Achando-se desprendido da matéria, conformemente ao grau de sua elevação, pode o Espírito tornar-se tangível à matéria."

3ª Será indispensável o sono do corpo, para que o Espírito apareça noutros lugares?
"A alma pode dividir-se, quando se sinta atraída para lugar diferente daquele onde se acha seu corpo. Pode acontecer que o corpo não se ache adormecido, se bem seja isto muito raro; mas, em todo caso, não se encontrará num estado perfeitamente normal; será sempre um estado mais ou menos extático."
NOTA. A alma não se divide, no sentido literal do termo: irradia-se para diversos lados e pode assim manifestar-se em muitos pontos, sem se haver fracionado. Dá-se o que se dá com a luz, que pode refletir-se simultaneamente em muitos espelhos.

4ª Que sucederia se, estando o homem a dormir, enquanto seu Espírito se mostra noutra parte, alguém de súbito o despertasse?
"Isso não se verificaria, porque, se alguém tivesse a intenção de o despertar, o Espírito retornaria ao corpo, prevendo a intenção, porquanto o Espírito lê os pensamentos."
NOTA. Explicação inteiramente idêntica nos deram, muitas vezes, Espíritos de pessoas mortas, ou vivas. Santo Afonso explica o fato da dupla presença, mas não a teoria da visibilidade e da tangibilidade.
Obs: Não  confundir com ( Agênere ) pois trata-se aparição tangível de Desencarnados )
Modalidade da aparição_tangível; estado de certos Espíritos, quando temporariamente revestem as formas de uma pessoa viva, ao ponto de produzirem ilusão completa.

O singular fenômeno dos agêneres que, por muito extraordinário que pareça à primeira vista, não é mais sobrenatural do que os outros. Porém, como o explicamos na Revue Spirite (fevereiro de 1859), julgamos inútil tratar dele aqui pormenorizadamente. Diremos tão-somente que é uma variedade da aparição tangível. E o estado de certos Espíritos que podem revestir momentaneamente as formas de uma pessoa viva, ao ponto de causar completa ilusão. (Do grego a privativo, e geine, geinomaï, gerar: que não foi gerado.)
fonte :http://www.guia.heu.nom.br/agenere.htm
Obs; caso de Agênere, Uma senhora caminha pela rua a procura de trabalho, encontro-se com com belo rapaz , e este lhe deu um endereço ela foi ,e ao ser convidada entrar vendo um quadro na parede disse  para a senhora que era a Mãe do mesmo que lhe fora ele quem lhe dera o endereço dizendo que aqui estava precisando de alguem para trabalhar.
Provavelmente no curso de educação mediunica I ou II fala-se deste caso .
____________________________________________________________________________



segue mais fotos  algumas voces verão no documentatario

Este é um Jasmineiro ( Jasmim, é o perfume que exála sua flôr ) plantado por Euripedes e seus alunos,
dizem : quando sentimos este cheiro provavelmente (em alguma reunião mediunica Sr.Euripedes estaria
presente )
___________________________________________________________________________
veja a comemoração de 100 anos

                                                       localiza-se no patio do colegio


__________________________________________________________________________

Museu Corina Novelino


Entrada

                                                 Carteira usada pelos alunos na epoca
Lousa que seu Euripedes escrevia
Alunos e professor em 1913

                                                      O relogio que era usado na epoca
                                                                                                                                                                              olha ele aí

                              onde escrevia suas receitas, creio-me ele dedicava duas horas por dia
                      nesta cama, faltou-me observar não sei se onde dormia ou atendia os pacientes
opa ! este não é o seu Euripedes, é  o Jose Roberto

                                                             foto do busto na epoca
fotos hoje 24/04/2011

parte interna do colegio 24/04/2011 pequena palestra sobre evangelização do espirito que é
educar o ser espiritual entender-mos que somos espiritos criados por Deus e somos seres imortais
e não simplesmente materia onde tudo termina com a morte.
mais informações http://www.colegioallankardec.hpg.com.br/Geec.htm

                                                     o 43º parece ter sido o ultimo



                                                                  sem comentários












Praça, Coreto e a Igreja ( reformados ) onde na epoca fora realizado o grande desafio apos sua argumentação seu Euripedes sai carregado e vitorioso em debate com o Padre
*nota minha : olha creio que o Sr.Euripedes ja sabia da sua vitoria  e não fez para desmoralizar o Padre
seu objetivo não era esse, não consegui a foto mas assistam no documentario 




olha nois aí em Peiropolis
Lembra Federico Peiró ?


video
Agora vamos para o educandário  Euripedes Barsanulfo

Onde as crianças aprendem diretamente com a natureza 
sobre nome científicos e plantios das sementes e suas utilidades






                                                  Dna Maravilha ,eu , Angela e Beth
                                                          Onde as crianças fazem a refeição
                  


Cadeiras e Mesas das crianças,
opa !! to vendo crianças ? 
hummm essas ja estão bem grandinhas !!
Cida e Katinha 
Casa assistencial  Bezerra de Menezes 
olha Dna Igorina sentada ao fundo descansando


Centro Espirita Fé e Amor




 
Casarão

Olha nós aí os caravaneiros
ogora saindo do ( Hotel Virgilius em Araxá MG )
de mala e kuia , direto para o Culto de domingo
santamente desde o seu inicio por Euripedes Barsanulfo
e continuado pelos seus familiares e amigos
consultado o Chico por Igorina sobrinha do Sr. Euripedes
para possivel mudança de horário
Chico responde : que bonito Igorina  o
culto das
09:00 hs , pegue uma Biblia daquelas ilustrada .
Dna Igorina que queria mudar de horário ficou sem palavras













Agora no local do Culto das 09:00 hs